Pular para o conteúdo principal

OS CHAKRAS


Segundo Keith Sherwood a palavra Chakra é sânscrita e significa roda. A energia que emana dos planos mental, etérico e espiritual e que nós utilizamos para a cura é introduzida no plano físico através dos centros de energia chamados chakras. A energia provém dos planos superiores e afeta diretamente nossas emoções bem como nossa saúde física.
Cada um de nós tem vários Chakras. Mas dentre eles há sete grandes que são responsáveis pelo bom funcionamento energético de nossos corpos. Eles aparecem dentro de nós como discos, abrindo à superfície do corpo etérico. Eles parecem ser longos, como funis estreitos, com ampla abertura na superfície. Cada chakra principal na parte dianteira com ampla abertura na superfície. Cada Chakra principal na parte dianteira do corpo se emparelha com sua contraparte   na parte traseira e juntos são considerados o aspecto anterior e o posterior do Chakra. Os aspectos frontais relacionam-se com os sentimentos da pessoa, os dorsais com a sua vontade e os três localizados na cabeça com os seus processos mentais. As pontas ou extremidades dos chakras onde eles se ligam à corrente de força principal são chamadas raízes ou coração dos chakras.
Cada chakra está diretamente relacionado a um campo áurico. Assim, o primeiro chakra se relaciona à primeira camada áurica, ou o primeiro corpo, o segundo chakra ao segundo corpo e assim sucessivamente. Existem localizações específicas no interior de nosso sistema de energia para as sensações, as emoções, os pensamentos, as lembranças e para outras experiências não-físicas que costumamos confiar aos nossos médicos e terapeutas. Se compreendermos o modo com que nossos sintomas físicos se relacionam com essas localizações, ser-nos-á mãos fácil  compreender a natureza dos diferentes enfermidades e também a natureza da saúde e da doença.
A energia flui para todos os chakras proveniente da energia universal. Assim, quando estamos “abertos”, ou seja, com todos os nossos chakras girando em sentido horário, todos os chakras, maiores, menores, mais ou menos importantes, bem como os pontos da acupuntura, são aberturas por onde entra e sai a energia da aura. Se estamos abertos, metabolizamos grande parte de energia do campo universal através de todos os chakras, grandes, pequenos e médios e manipulamos toda a consciência relacionada à energia que deixamos fluir. É importante, pois, abrir os chakras e aumentar o fluxo de energia porque quanto mais energia deixamos fluir, tanto mais sadios seremos. A doença do sistema é causada por um desequilíbrio de energia, ou por uma obstrução de seu fluxo. Por outro lado para curar pessoas é mister a transferência de uma enorme quantidade de energia, através do chakras. De forma que, quanto mais abertos estivermos, melhor canal seremos para a captação e transmissão da energia universal. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Práticas

O sexto chakra - Chakra Frontal – “Terceiro olho”

Nome: Ajna Meridianos: os do chakras umbilical – fígado, pulmão, vesícula biliar, intestino grosso. Glândula Endócrina: hipóse (pituitária) localizada na base do crânio. Hormônios: vários hormônios que regulam o crescimento e o mestabolismo, dentre eles a Vasopressina (anti-diurático), pituitária. Cor: Índigo Corpo Áurico: celestial Planeta: Urano Vitamina/mineral: Complexo B e magnésio Pedro Preciosa: água marinha Tom Musical: lá Símbolo: lótus de noventa e seis pétalas Raio: verde-cristal Sentido: todos e percepção extra-sensorial Mantra: Om (Compreensão) 
Localiza-se na região mediana da testa. Este é o chakra esotérico e orgânico, correspondente à glândula pituitária. É o responsável pelo redirecionamento das energias da força do desejo/atração pessoal (chakra do umbigo) para a oitava vibratória superior relacionada ao nível de liderança e administração carismáticas e responsáveis. Irradia as cores primária: amarelo, alternando com azul intenso, que em pessoas desenvolvidas em bordas viole…

ALGUMAS PESQUISAS COM TERAPIA REIKI

Servidores da área médica reconhecem que Reiki tem seu valor. Este é o motivo pelo qual o Reiki tem sido tem sido introduzido e utilizado em centenas de hospitais e clínicas em vários países. Médicos, enfermeiros e outros membros da área médica acreditam que Reiki é efetivo para reduzir os efeitos colaterais de radiações e drogas. Também acreditam que Reiki reduz e/ou elimina a necessidade de medicações para dor, reduz a ansiedade e stress, acelera o processo de cura diminuindo o tempo no hospital, ajuda a abrir o apetite e melhora o sono.
Por que os Hospitais Gostam de Reiki? Os hospitais estão passando por grandes mudanças. Eles experienciam a necessidade de reduzir seus custos e ao mesmo tempo aumentar os cuidados aos seus pacientes. Com o modelo antigo os hospitais baseado em altos custos com medicamentos e tecnologias, eles passaram a viver um problema. Isto não se aplica ao Reiki e a outras terapias complementares. Reiki não requer tecnologia e muitos de seus praticantes trabalha…