Pular para o conteúdo principal

O que é PNL?


"No início, a PNL parecia uma estrelinha brilhando; depois pensei nela como um mago muito profundo e misterioso; agora é como um amigo leal e confiável, sem o qual não sei como consegui viver até hoje" Diz Gerry Schmidt Trainer De PNL.

A palavra "programação" veio da informática, para sugerir que nossos pensamentos, sentimentos e ações são simplesmente programas habituais que podem ser mudados pelo up grade do nosso "software mental" aprendendo a Modelar a Excelência. 


Para compreender melhor como a PNL nos ajuda a modelar a excelência humana, vejamos como se iniciou a prática moderna de esquiar na neve. Até os anos 50, a maioria das pessoas achava que esquiar era uma questão principalmente de talento natural. Você afivelava o seu par de esquis, era orientado para não deixar uma lâmina cruzar sobre a outra e para seguir o esquiador mais experiente ladeira abaixo, fazendo tudo o que ele fizesse. Se conseguisse isso sem muitos tombos ou ossos quebrados e gostasse da experiência, você seria considerado um bom candidato ao esporte, possivelmente até talentoso.

Então, aconteceu algo que mudou totalmente essa maneira de pensar. Segundo observações de Edward T. Hall, autor de The Silent Language, foram feitos filmes de 16mm em preto e branco de vários esquiadores experientes nos Alpes.

Os pesquisadores estudaram os filmes quadro a quadro e dividiram os suaves movimentos dos esquiadores no que eles chamam de "isolados", ou as menores unidades de comportamento. Descobriram então que os esquiadores usavam os mesmos movimentos isolados, embora com  estilos diferentes.

Quando se ensinavam esses movimentos aos esquiadores iniciantes e intermediários, o desempenho melhorava imediatamente. Todo mundo pode esquiar melhor fazendo o que os grandes esquiadores fazem naturalmente.

A chave está em identificar a essência de sua habilidade, os movimentos isolados que tornam excelente um grande esquiador, para que outras pessoas possam, também, aprender a fazer a mesma coisa. Em PNL, essa essência chama-se modelo. Quando se aplica esse mesmo princípio à PNL, ele se estende a todos os aspectos das experiências de uma pessoa. Você pode querer melhorar os seus relacionamentos, eliminar uma ansiedade, ou se tornar mais competitivo no mercado. Os movimentos-chave não estão nos músculos, mas nos seus pensamentos mais íntimos, como palavras, imagens, sentimentos ou até crenças.

Em todas as áreas, os adeptos da PNL estão estudando as vidas dos grandes realizadores para descobrir as suas fórmulas para o sucesso, proporcionando uma maneira única de ensiná-lo a fazer a mesma coisa a seguir o modelo de quem já teve êxito, apesar de ter tido que enfrentar os mesmos problemas e desafios que você enfrenta todos os dias. Os exemplos a seguir vão lhe mostrar como a modelagem com a PNL pode fazer uma enorme diferença.
Imagine um pai que sempre grita com o filho, querendo motivá-lo. Quando ele ficar adulto, pode ter internalizado essa forma de motivação poderosa e negativa e, é quase certo, terá aprendido a falar consigo mesmo usando uma linguagem fortemente negativa. Embora motivado, o custo são todas as sensações ruins que as palavras negativas estimulam. 


Com a PNL, ele aprende a mudar esse comportamento interno e a substituí-lo pelo mesmo tipo de motivação positiva e boas sensações que grandes atletas e inventores criativos usam. Um executivo está em uma dúvida profunda na hora de tomar uma decisão importante, sentindo-se confuso e inseguro sobre suas próprias habilidades. 


Usando a PNL para ajudá-lo a substituir a sua maneira de pensar pelos mesmos métodos usados por tomadores de decisões eficazes, ele reage de forma bem mais positiva. Antes ele poderia  ter pensado, "Devo fazer isso? Não tenhocerteza. Não estrague tudo, não perca mais esta oportunidade". Agora ele se faz perguntas úteis que recolhem informações que possam orientá-lo para decisões eficazes e melhor desempenho. Perguntas como, "O que preciso saber para tomar esta decisão?" ou "Quais são os principais benefícios e como posso quantificá-los?" Uma grande atleta decide competir em um novo esporte que há anos não pratica. Para se preparar, ela torna a vivenciar mentalmente seus momentos de desempenho máximo no esporte no qual já é um sucesso. Ao sentir a concentração e energia daqueles momentos, ela imagina aplicá-los ao seu novo desafio.

Fisicamente, pratica os exercícios  do novo esporte e, mentalmente, ensaia todos os seus movimentos básicos. No primeiro jogo, os comentaristas esportivos ficam encantados e falam de seu talento natural. Ela fica contente por ter sido esforçada e inteligente. Tudo que esses indivíduos fizeram foi produto de seus hábitos mentais. Tudo que você aprendeu a fazer é também produto de seus hábitos mentais. Desde a maneira como acorda de manhã, ao modo como trabalha ou se distrai, você e uma criatura de hábitos, uma pessoa com padrões. Todos nós somos. Qual é o seu prato preferido? Que caminho costuma fazer ao voltar para casa?

 Quando se veste de manhã, coloca primeiro as roupas acima da cintura ou vice-versa? De fato, estudos realizados em faculdades de psicologia descobriram que o comportamento humano é formado quase totalmente de hábitos.

Esses hábitos ou padrões são bastante úteis. Além de nos permitirem fazer tantas coisas sem ter que pensar nelas, eles também são a base para a criação de novos comportamentos e para o reconhecimento de situações incomuns. Os obstáculos se tornam visíveis quando queremos mudá-los. O homem com uma voz negativa para uma estratégia motivadora a achava natural e adequada porque era assim que estava habituado a falar.

Ele nem sabia da possibilidade de mudar para algo melhor. O executivo reconhecia que a sua estratégia era inútil em determinadas situações, mas não sabia como mudá-la. A jovem atleta sabia que precisava usar seus hábitos anteriores para desenvolver outros novos. Ela sabia que se imaginasse intensamente tendo um novo hábito, sua mente começaria naturalmente a fazer os caminhos físicos e mentais necessários.


Com a PNL, você pode mudar seus pensamentos, sensações e comportamentos, acrescentar outros que se tornarão tão sistemáticos e regulares quanto os antigos e bem mais agradáveis. 

Comentários

  1. Eu li Ressignificando, Richard Bandler e John Grinder em 1997; fiquei encantada com tudo o que ele e outros autores escreveram sobre o tema PNL.

    Richard Wayne Bandler, é considerado o criador da Programação Neurolinguistica (PNL), juntamente com John Grinder.

    Bandler estava na universidade cursando matemática, física, computação, programação, sistemas e linguagem computacional; quando chamou sua atenção o laboratório de psicologia a gestalt terapia.

    Foi a partir daí que ele começou a trabalhar o conceito de Programação Neurolinguística. Ele se envolveu com o laboratório de psicologia. Se envolveu com hipnose.

    É muito interessante ler todo o trabalho dele, principalmente por ser um cara que saiu de exatas e foi direto para humanas sempre colocando à prova tudo o que ele via e o que ele considerava ser possível.

    Ele tem muitos seguidores, alguns equivocados, outros sérios, pois a PNL não é uma mágica e nem é um mistério.

    Gosto de uma frase que a personagem que é uma cientista cita no filme "O Santo", ela fala:
    "Acredito que tudo está à minha volta, mas escondido dos meus pensamentos."

    Nossos pensamentos nos enganam muitas vezes, durante anos, se permitirmos.

    A PNL nos ajuda neste aspecto a não nos enganarmos. Um exemplo: temos o(s) problema(s) que escolhemos ter, que aceitamos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Práticas

O sexto chakra - Chakra Frontal – “Terceiro olho”

Nome: Ajna Meridianos: os do chakras umbilical – fígado, pulmão, vesícula biliar, intestino grosso. Glândula Endócrina: hipóse (pituitária) localizada na base do crânio. Hormônios: vários hormônios que regulam o crescimento e o mestabolismo, dentre eles a Vasopressina (anti-diurático), pituitária. Cor: Índigo Corpo Áurico: celestial Planeta: Urano Vitamina/mineral: Complexo B e magnésio Pedro Preciosa: água marinha Tom Musical: lá Símbolo: lótus de noventa e seis pétalas Raio: verde-cristal Sentido: todos e percepção extra-sensorial Mantra: Om (Compreensão) 
Localiza-se na região mediana da testa. Este é o chakra esotérico e orgânico, correspondente à glândula pituitária. É o responsável pelo redirecionamento das energias da força do desejo/atração pessoal (chakra do umbigo) para a oitava vibratória superior relacionada ao nível de liderança e administração carismáticas e responsáveis. Irradia as cores primária: amarelo, alternando com azul intenso, que em pessoas desenvolvidas em bordas viole…

ALGUMAS PESQUISAS COM TERAPIA REIKI

Servidores da área médica reconhecem que Reiki tem seu valor. Este é o motivo pelo qual o Reiki tem sido tem sido introduzido e utilizado em centenas de hospitais e clínicas em vários países. Médicos, enfermeiros e outros membros da área médica acreditam que Reiki é efetivo para reduzir os efeitos colaterais de radiações e drogas. Também acreditam que Reiki reduz e/ou elimina a necessidade de medicações para dor, reduz a ansiedade e stress, acelera o processo de cura diminuindo o tempo no hospital, ajuda a abrir o apetite e melhora o sono.
Por que os Hospitais Gostam de Reiki? Os hospitais estão passando por grandes mudanças. Eles experienciam a necessidade de reduzir seus custos e ao mesmo tempo aumentar os cuidados aos seus pacientes. Com o modelo antigo os hospitais baseado em altos custos com medicamentos e tecnologias, eles passaram a viver um problema. Isto não se aplica ao Reiki e a outras terapias complementares. Reiki não requer tecnologia e muitos de seus praticantes trabalha…